Última atualização: 18/03/2014


O câncer do colo do útero é o segundo mais incidente na população feminina brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma. Impulsionado pelo Programa Viva Mulher, criado em 1996, o controle do câncer do colo do útero foi reafirmado como prioridade no plano de fortalecimento da rede de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer, lançado pela presidente da República, em 2011.

As diretrizes aqui apresentadas atualizam a linha de cuidados e destacam o papel e as ações do INCA no controle do câncer do colo do útero. O objetivo é oferecer aos gestores e aos profissionais de saúde subsídios para o avanço do planejamento das ações de controle do deste câncer, no contexto da atenção integral à saúde da mulher no Brasil.


Notícias
Ministério da Saúde recebe primeiro lote de vacinas contra HPV para uso em adolescentes no SUSVacina contra o HPV começa a ser aplicada na Rede Pública em março
Agenda Estratégica
Eixos e ações prioritários para o controle do câncer do colo do útero no Brasil
SISCOLO
O Sistema de Informação do Câncer do Colo do Útero foi desenvolvido pelo INCA em parceria com o Datasus, como ferramenta de gerência das ações do programa de controle do câncer do colo do útero.
 
Painel de Indicadores
Auxilia profissionais de saúde e gestores no acompanhamento das ações de rastreamento do câncer do colo do útero e, em especial, dos indicadores que fazem parte do Pacto pela Vida.
 
Diretrizes Brasileiras de Rastreamento
As Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero passaram por um amplo processo de revisão e atualização baseado em evidências, envolvendo diversos segmentos da sociedade científica. Veja aqui o texto completo lançado em julho de 2011.



Copyright © 1996-2014 INCA - Ministério da Saúde
Praça Cruz Vermelha, 23 - Centro - 20230-130 - Rio de Janeiro - RJ - Tel. (21) 3207-1000
A reprodução, total ou parcial, das informações contidas nessa página é permitida sempre e quando for citada a fonte.
Gerenciado pelas divisões de Comunicação Social e Tecnologia da Informação